quinta-feira, 6 de novembro de 2008

FARRAPOS DE NEBLINA

Os farrapos translúcidos,
Translúcidos de neblina,
Engolem o mar,
Mesmo à minha frente.
As cristas agitadas
Expulsam ondas magoadas.

O primeiro raio-de-sol acordado
Faz cintilar uma estrada,
Estrada enorme de mar prateado.

Passam duas gaivotas.
Parecem amigas.
Talvez amantes,
Pela forma como se abraçam
Em pleno voo…
Num voo suave, mágico,
Divino, celestial, endeusado,
Enquanto um enamorado
Vê nelas o sonho,
O sonho de um enobrecido amor
Pela neblina ofuscado.

Salta uma bola.
Tomba-se o sonho.
Tomba-se a ilusão.

Foi-se o devaneio.
Foi-se o sol.
Foram-se as gaivotas.

Foi-se a gente.
Fui-me eu
Para a cidade real.


Fernanda Costa

Lisboa, 6 de Novembro de 2008

26 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Este poema é inteligente e belo.
Inteligente pela estrutura, do alicerce inicial até ao desencanto da realidade.
Belo porque as imagens que usas são originais e muito bem desenhadas com as tuas palavras.
Beijinhos.

poetaeusou . . . disse...

*
Salta uma bola.
Tomba-se o sonho.
Tomba-se a ilusão
,
gostei
,
jino,
,
*

Vivian disse...

...minha linda Fernanda,
primeiro quero lhe agradecer
pelos carinhos lá em casa.

será sempre bem vinda.

quanto ao teu poema,
embora a vida nem sempre
nos apresente um mar de rosas,

miremo-nos nas gaivotas,
que no prenúncio de cada
dia ousam alçar seus vôos,
a despeito do bom tempo, ou não.

muahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

A Teoria do Kaos disse...

vim só dar um beijinhos!

EternaApaixonada disse...

*****

Querida Fernandinha,
Quanta capacidade criativa!
A cada post um belo presente!
Boa sexta.
Beijos

*****

SAM disse...

Fernandinha, querida


Sua criatividade poética é maravilhosa. Seu interior transborda beleza!



Carinhoso beijo da sua sempre admiradora.

Pelos caminhos da vida. disse...

Vim agradecer essa amiga poeta minha pela fidelidade de suas visitas,obrigada.

Otimo fim de semana pra ti.

beijooo.

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Oi, querida Amiga!
Uno-me às vozes dos nossos Amigos aqui: Você é Maravilhosa e seus Poemas têm "imagens originais e bem desenhadas" como afirma o brilhante Nilson Barcelli.
Vou dar uma saidinha rápida e volto para ser tua seguidora, com imensa Honra!
Muito Carinho!Bjs

Marta disse...

E fica a memória do momento...
Ás vezes, é tudo o que nos resta...
Obrigada pela visita e pelo comentário carinhoso..
Beijos e abraços
Marta

Paradoxos disse...

poema de levar na alma - guardado - para reler!!



de beijos meus
Edu

zelia disse...

...que belo poema!

Você escreve muito bem, Fernanda!


Beijos de luz e o meu carinho...

EternaApaixonada disse...

*****

Um mimo para esta noite:

O AMOR

É difícil para os indecisos.
É assustador para os medrosos.
Avassalador para os apaixonados!
Mas, os vencedores no amor
são os fortes.
Os que sabem o que querem
e querem o que têm!
Sonhar um sonho a dois,
e nunca desistir da busca de ser feliz,
é para poucos!!!

© Cecília Meireles

Tenha uma linda noite! Doces sonhos!
Beijos

Helô

*****

Pelos caminhos da vida. disse...

Boa noite amiga!

Tem um selinho lá para vc, é de uma campanha para um planeta melhor e mais azul.

beijooo.

Ana Maria disse...

Um encantamento de poema!
Obrigada pela visita.
Beijinhos!

Gilbamar disse...

Fernandinha, minha maravilhosa amiga, é sempre um grande prazer visitar seu blog e ler tantos poemas que o seu coração dita para transcrição de suas mãos de fada.

Deus a abençoe sempre.

Abraços do amigo Gilbamar.

João da Silva disse...

Fernandinha, adoro seu estilo livre, lindo, amplo e profundo de poetizar! Acho que já lhe disse que estou pretendendo me libertar da jaula da métrica e da rima, não? Eu chego lá.
Amo seu espacinho e virei sempre aqui, minha linda.
Beijos carinhosos do João

Bill Stein Husenbar disse...

Poema intelectual e criativo.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

gaivota disse...

mais um poema muito lindo, fernandinha, neblina que se desvai, como um sonho, na ilusão da vida, com o acordar dos raios de sol ou o espraias adas ondas no sue vai vém...
beijinhos com muita amizade

mfc disse...

A realidade sempre nos aflige.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Poema meditado, fruto da inteligência e belíssimo, Fernandinha.
Amiga, para espantar o laivo de tristeza, fiz postagem hj, sábado, sobre um filme bem atual e gostaria que você fosse ao meu Blog e me desse a sua opinião.
Um abraço,
Renata
Mesmo vc sendo a minha seguidora, faço questão da sua presença

Ynot Nosirrah disse...

Gostei de seu blog. Voltarei sempre que puder e houver alguma novidade. Venha conhecer meu espaço e será bem-vinda.

http://conscienciaacademica.blogspot.com/

LUZIMAR disse...

Olá querida amiga,,

Lindo demais esse poema, o mar o sol, a vida tudo se entrelaça no mesmo sonho ou uma na realidade.\


beijos em seu coração

Multiolhares disse...

Tudo passa tem inicio e fim
beijos

O Velho disse...

Que lindo poema!

Rico em imagens e ação! Pude ver claramente o raio de sol cortando o horizonte nublado.

Ah, o sol...

Parabéns! Muita luz!

;-)

Tentativas Poemáticas disse...

Olá Fernanda
Passei e passarei mais vezes. Tenho muito a aprender consigo, querida POETISA.
Desejo-lhe um bom-fim-semana.
Beijo com ternura.
António

mariam disse...

Fernandinha,
belo,
belíssimo poema.
pintou um quadro no ar...

é bom lê-la. Obrigada.

bom fim-de-semana
e um sorriso :)

mariam

 
Home
©2010 Manu Layouts Templates Blogger