domingo, 9 de novembro de 2008

ENCONTREI-ME COMIGO

Escalei uma montanha.
Subi ao ponto mais alto.
Respirei.
Esperava-me alguém.
Saudámo-nos.
Senti-lhe a voz da alma,
Naquela melodia calma,
Que respirava liberdade arejada,
Sobe a lua dourada.
Pareceu-me familiar.
Vi-me nela.
Não, não podia ser.
Eu…eu não era assim.
Talvez…talvez a outra parte de mim?!

A outra parte de mim,
De mim lutadora,
Que tinha chegado vencedora
Ao cume da montanha.

Sim, eu!
Encontrei-me comigo
No cimo da montanha,
Que me ofereceu abrigo
E me enalteceu pela façanha.

Lá construí uma fortaleza,
Fortaleza de mim…
Longe da mescla do sentimento,
Longe da tempestade de areia no deserto!


Fernanda Costa

Lisboa, 9 de Novembro de 2008

30 comentários:

São disse...

Minha querida, o encontro connosco próprias é muito bom. E sendo tu uma pessoa sensível só pode ter sido excelente!
Abraço, Fernandinha.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Fernandinha, belo poema...Espectacular...
Beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Qdo nos encontramos conosco mesmo é muito bom,renascemos depois!

Seus poemas cada vez mais lindo amiga,tu és uma poeta mesmo.

beijooo.

Pico minha ilha disse...

Oi amiga Fernanda nem sempre a montanha é facíl de escalar.Obrigada já estou com forças para voltar a escalar a montanha outra vez.Beijinhos amiga Fernanda.S.A

Arroba disse...

Venho agaradecer-lhe a sua passagem pelo meu bligue. Trago-lhe um braçado de violetas gigantes pergufadas com palavras azuis, envoltas em laço de seda rosa.
Deixo-lhe o perfume das magnólias.
E um sorriso de sol!!!
Por vezes as almas tocam-se por aqui
Parabéns pelos seus poemas.
Arroba

Maria disse...

Ainda me procuro nas ruas da cidade que percorro.
Ainda me procuro. Na montanha, no deserto, no mar.
Enquanto te espero e me prolongo em ti sei que não morro.
Encontro-me apenas nas palavras e versos de respirar.

Um beijinho, Fernanda

Pena disse...

Linda Poetisa Amiga:
Uma terna e doce sensibilidade poética de maravilhar. Encantar.
"...Sim, eu!
Encontrei-me comigo
No cimo da montanha,
Que me ofereceu abrigo
E me enalteceu pela façanha.

Lá construí uma fortaleza,
Fortaleza de mim…
Longe da mescla do sentimento,
Longe da tempestade de areia no deserto!..."

Simplesmente, notável. Sublime. Genial.
Adorei, fantástica Amiga!
Excelente. Lindo.
Beijinhos de respeito. Imenso.
Sempre a estimá-la e a admirá-la

pena

OBRIGADO agradecido pela visita deslumbrante e bela.
É o último comentário como Pena.

Gerlane disse...

Que lindo e precioso encontro, Fernandinha! Uma descoberta positiva de si mesma! Maravilha!

* Querida amiga, uma semana abençoada te desejo!

* Beijos!

gaivota disse...

lindíssimo, como aliás é habitual, mas sente-se sempre um pedacinho de algo diferente...
subir a montanha e encontrarmo-nos conosco próprios é fantástico, e quando a montanha está mesmo aos nossos pés, é um suspiro pelo encontro!
beijinhossssssssss

literatura disse...

Olá Boa Amiga!
Lindo poema! Aliás como todos...
Beijinhos! Felicidades!
Boa Semana!!!

Noribal

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia amiga!

Uma semana maravilhosa para vc.

beijooo.

poetaeusou . . . disse...

*
preciso de encontrar-te,
para saber quem sou . . .
,
conchinhas,
,
*

LUZIMAR disse...

Olá querida amiga uma semana abençõada para você também.

Lindo demais esse poema, apaixonante.

Beijos no coração

Maria Clarinda disse...

Que bom...vencedora! Encotrar-mo-nos connosco é sempre uma experiência maravilhosa! Levas-me à tua montanha!
Jinhos mil

Pelos caminhos da vida. disse...

Passei aqui para deixar um bom dia.

beijooo.

missixty disse...

Então tens um novo blog. Eu não tenho tempo para tantos. É bom quando nos encontramos, ás vezes andamos perdidos...belo poema!

LOURO disse...

Olá Fernandinha,como é belo o teu poema,agora só espero encontra-me comtigo.
Beijinhos de carinho e amizade
Lourenço

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

O encontro consigo mesmo é muito gratificante. Vá ao meu Blog, Fernandinha, preciso de você.
Um beijo,
Renata

mfc disse...

Temos uma imensa necessidade de nos encontrarmos a nós próprios.

BANDEIRAS disse...

Querida amiga,

Roubei um tempinho para visitar as amigas, você como vai?
bjs

Teresa Augusto Shanor disse...

Encontro comigo mesma...meu lado real...lindo poema. Encaixe perfeito de nossos dilemas. Amei!
Obrigada pela visita.
Beijinhos.

gaivota disse...

querida fernandinha
venho dar-te os bons dias e desejar-te um a dia feliz!
já anda a arrefecer um bocado...
beijinhos grandes com muita amizade

Pelos caminhos da vida. disse...

Passei aqui para deixar meu bom dia,e qdo for me visitar,ápos o post meu deixei um recado para meus amigos,mas desde já eu te digo não vou desistir e sim continuar,fiquei mais forte ainda.

Meu jardim vai continuar florido,pois as pragas que quizeram acabar com minhas flores não conseguiram,exterminei as mesmas do meu jardim lindo e florido,pois são vcs meus amigos de verdade é que fazem meu jardim brilhar,eu apenas dou um toque nele.

Bom dia.

beijooo.

O Profeta disse...

Uma alma paira na brisa
A beleza mora no feliz pensamento
Murmurada oração toca os meus ouvidos
A palavra sai do peito em sentimento

Os pássaros alegram-se na tua passagem
Ainda tão breves são os dias
Já teus olhos bebem as virtudes do Sol
Já sorris no abraço que ao sentir confias


Resto de boa semana


Mágico beijo

Iana disse...

Amiga tenho deixado para todas as amigas que vão ao meu blog... tenho dedicado o poema do meu amado amigo por quem tenho uma grande admirção Gustavo Drummond
deixo-te com carinho... fala da beleza da mulher..

fernadinha...

Beleza feminina,
Mulher, rosa-menina.
Personificação do belo.
Codinome: Sensibilidade.
Solo de vioncelo.

Sem data, idade.
Que há de mais sublime,
Imagem que redime.
Guerreira urbana,
Graça humana.

Fruta da estação.
Ode, hino, oração.
Canto de encanto,
Mistério, companheira.
Seu mister é santo.

Sua messe uma bandeira.
Mãe, namorada, diva.
Presença que cativa.
Meiga, dócil, ópio.
Inebria a vida.

Vida querida.
Razão dos versos meus,
Obra mais inspirada de Deus!...
[gustavo drummond]

Beijos da rosa amiga
Iana!!!

Obrigada pelo seu apoio, é nas horas que mais precisamos que vemos quem são nossos amigos e quem se preocupa connosco... forte abraço

LUZIMAR disse...

Voltei para deixar meu carinho.

Beijos

Tenha um lindo dia.

Nilson Barcelli disse...

Todo o poema ´belo e a parte final é muito boa.
"Longe da tempestade de areia no deserto!"
Gostei cara amiga.
Beijinhos.

Pelos caminhos da vida. disse...

Vim aqui encontrar-me com vc e desejar um lindo fim de semana.

Bom dia.

beijooo.

Carla disse...

encontrarmo-nos connosco...tão bom e tão difícil!
Às vezes basta apenas olharmos para dentro de´nós, mas nem sempre temos capacidade para isso
adorei o teu poema
beijos e bom fim de semana amiga

Pico minha ilha disse...

Beijinho e bom fim de semana amiga.S

 
Home
©2010 Manu Layouts Templates Blogger