quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

A DOÇURA DAS CARÍCIAS!...


Fotos tiradas na Ilha do Faial.


Sei que um dia virás,
Contigo trazendo as ilusões renascidas,
as matizes suaves das madrugadas,
a quietude do silêncio da noite cálida,
o azul diáfano do voltejar dos pássaros,
o imponderável do que já foi mas não é,
a magia de voltar a ser,
a alegria infinda de poder viver!

Esperar-te-ei, olhando sobre a colina,
Com a carícia envolvente do desejo
e o fogo ardente dos meus olhos,
o tempo não rolará.

E seremos felizes para além dele,
num abrigo de sombras vagas
que acolherá os nossos gemidos sentidos
e as nossas emoções delirantes!

Depois, ofertar-me-ei plena de ternura
Para poderes colher com a leveza dos deuses
a doçura das carícias
e os odores da volúpia da noite!

Nascemos com o sol pela manhã,
nossos sentimentos abençoados,
sublimes, puros, iluminados!...

Poema & Fotos;

Fernanda Costa

Lisboa, 25 de Dezembro de 2008


MEUS QUERIDOS AMIGOS(AS),
DESEJO-VOS UM NOVO ANO,
DE PAZ, SAÚDE E AMOR,
UM ABRAÇO DE AMIZADE,
Fernandinha
Posted by Picasa

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

A ALEGRIA DE PODER VIVER!...


Fotos da Ilha do Pico-Açores


Sei que um dia virás,
contigo trazendo as ilusões renascidas,
os matizes suaves das madrugadas,
a quietude do silêncio da noite cálida,
o azul diáfano do voltejar dos pássaros,
o imponderável do que já foi mas não é,
a magia de voltar a ser,
a alegria de poder viver!

Esperar-te-ei, olhando sobre a colina,
com a carícia envolvente do desejo
e o fogo ardente dos meus olhos.
o tempo não rolará.

E seremos felizes para além dele,
num abrigo de sombras vagas
que acolherá os nossos gemidos sentidos
e as nossas emoções delirantes!

Depois, ofertarme-ei plena de ternura,
para poderes colher com a leveza dos deuses
a doçura das carícias
e os odores da volúpia da noite!...

Poema & fotos;

Fernanda Costa

Lisboa, 8 de Dezembro de 2008
Posted by Picasa
 
Home
©2010 Manu Layouts Templates Blogger